top of page
 
 
 
 
 
 

     

         

          Fisioterapeuta, Bailarina, Professora e Coreógrafa de Flamenco.

          Ingressou no mundo da dança com o Ballet Clássico e o Contemporâneo em 1998. Em 2000 iniciou seus estudos de dança flamenca.  

         Formada em Ballet Clássico, pela Royal Academy of Dance em 2010, teve como mestra Aracy Evans.De 2001 a 2007 anos participou de inúmeros festivais, dentre eles o Festival de Danças Do Mercosul, realizado em 2005 na Argentina, onde obteve prêmio de 1º lugar.

          Atuou como professora, bailarina e coreógrafa na Cia de Dança Ímpeto (2007 a 2009), na Escola de Ballet Raquel Teixeira (2010/2011), na Al Qamar Academia de Danças (2012/2015) e integrou a equipe docente da Pulsarte durante 3 anos (2011 a 2013). De 2010 a 2012 integrou a Cia Denise Santoro de Arte Flamenca.

          Estudou com grandes nomes do Flamenco Internacional como Alícia Márquez, Carmem La Talegona, Eli La Truco, Rafaela Carrasco, La China, La Lupi,La Piñona, Manuel Liñan e Pepa Molina.

 

          Em 2012 foi à Espanha pela primeira vez, onde aprimorou sua técnica e estudou em Amor de Díos (Madri), Estudio Flamenco Juan Polvillo (Sevilha), Centro de Baile Flamenco Patrícia Ibañez (Jerez) e participou do XVI Festival de Jerez. Tendo como maestros: Pepa Molina, Pillar Ortega, Juan Polvillo, Patrícia Ibañez e Manuel Betanzos.

         Em 2012 estreou o espetáculo próprio “Recuerdos Andaluces: vivências de uma terra flamenca, atuando como diretora e coreógrafa, e contando com a participação de seus alunos e artistas convidados.

         

IMG-20190822-WA0013.jpg
 
 
 
 
 
 

     

         

         

 

           Em 2013 fundou a Cia Al’Aire Flamenca, atuando como diretora e coreógrafa. Neste mesmo ano, estreou com o primeiro grande espetáculo da Cia, "ENCUENTRO...La historia de una pasión", retratando a história do Flamenco no Brasil, e com o qual, em 2014 levou à Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, através do Programa de Incentivo à Cultura (PROAC), para que o mesmo seja patrocinado e leve a cultura Flamenca e Brasileira para encantar muitas plateias.

 

         Em 2014 estreou o segundo grande espetáculo da Cia, “El Flamenco Que Habito”, mais uma vez unindo a arte flamenca com a cultura brasileira, através da poesia de João Cabral de Melo Neto.

 

         Em 2015 a bailaora completou 15 anos de flamenco e realizou o grande sonho de sua vida, fundou a Al'Aire Espaço de Saúde e Cultura, empresa que une Dança, Pilates e Fisioterapia num só local, endereço fixo de seus trabalhos e da sede da Cia Al'Aire Flamenca. Neste mesmo ano, estreou o espetáculo "Sueños del Arte", em comemoração aos seus quinze anos de carreira.
 

         Em 2016 estreou o quarto grande espetáculo da Cia, "SAURA", promovendo uma releitura de algumas cenas dos principais filmes do grande roteirista e cineasta espanhol, Carlos Saura.

        Em 2017 voltou à Espanha para aperfeiçoamento com grandes maestros como La Truco, Patrícia Ibañez e Rafaela Carrasco e participou do XXI Festival de Jerez.
       Ainda nesse ano recebeu convite para coreografar a música "Habanera" da Ópera Carmem, de Bizet, no concerto da Orquestra Filarmônica de Santo Amaro, na reinauguração do Teatro Paulo Eiró, que contou com a presença do ministro da cultura e do prefeito da cidade de São Paulo. Além disso, começou a realizar apresentações de flamenco em sua própria escola, dando origem ao "Tablao Al'Aire", que é realizado mensalmente com grandes artistas do flamenco de São Paulo.

         Em 2018 recebeu mais uma vez o convite da Orquestra Filarmônica de Santo Amaro para participar do 1º Concerto de 2018, para coreografar a música "Astúrias" de Isaac Albeniz. Além disso, estreou o espetáculo "TransformAR-TE".

         Em 2019 estreou o sexto grande espetáculo da Cia, "Essência". Além disso, foi convidada para integrar o elenco do Flamenco Fest 2020.

        Em 2020 voltou à Espanha para novamente se aperfeiçoar com grandes maestros como Marco Flores e Patrícia Ibañez e participou do XXIV Festival de Jerez. Com a pandemia da COVID-19 teve seus trabalhos interrompidos com sua escola e com sua Cia e agenda de shows cancelados. Mas em dezembro de 2020 foi contemplada pela Secretaria da Cultura de São Paulo com o projeto "Encuentro: La historia de una pasión" pelo Programa de Incentivo à Cultura (PROAC) da Lei Aldir Blanc.

        Em 2021 realizou a temporada online de "Encuentro: La historia de una pasión" disseminando a arte flamenca mesmo com as impossibilidades da pandemia, em um espetáculo totalmente acessivel, com intépretes de libras e audiodescrição, garantindo que todos tenham acesso à cultura.

       Em 2022, convidada especial do espetáculo "Ponte Flamenca", em Porto Alegre/RS, organizado pela Cia La Negra Ana Medeiros, para turnê da bailaora La Truco na América Latina. Ainda neste ano, produziu o espetáculo "Libertad" com a Cia Al'Aire Flamenca.

       Em 2023 produziu o espetáculo "Tríade" da Cia Al'Aire Flamenca, e participou do Inmersión 2023 (Campinas) como professora convidada.

         Gabriela Menezes segue trabalhando na disseminação da arte flamenca em São Paulo e no Brasil, através de suas aulas, cursos, workshops, shows e eventos.

 

bottom of page